Mensagem do Presidente

Ser Jovem Agricultor!

√Č um orgulho ser Jovem Agricultor!
A √ļltima d√©cada revolucionou mentalidades, m√©todos e comportamentos no
Setor Agr√≠cola em Portugal. A imagem do Jovem ‚Äúrude‚ÄĚ, que nada mais sabia¬†fazer e, por isso, era Agricultor, foi por fim ultrapassada.

Hoje, a dignidade e o respeito imp√Ķem-se e o estigma da profiss√£o foi
eliminado, a União Europeia e, consequentemente, a Política Agrícola Comum (PAC), muito contribuíram para dignificar e valorizar o exercício da profissão.

Recentemente fui eleito o melhor entre os melhores Jovens Agricultores
Europeus. Este reconhecimento estimulou o meu percurso, que agora atingiu um novo patamar: representar a nível nacional e internacional os Jovens Agricultores Portugueses.

Sim, ser Presidente da Associa√ß√£o dos Jovens Agricultores de Portugal √©, sem¬†d√ļvida, uma enorme responsabilidade!

O mundo mudou, e o Setor Agr√≠cola n√£o √© exce√ß√£o. A intelig√™ncia artificial ao¬†servi√ßo da agricultura de precis√£o √© hoje uma realidade ineg√°vel, facto que¬†carece de uma constante atualiza√ß√£o e capacita√ß√£o do Jovem Agricultor,¬†evidentemente com custos associados, decorrente da incorpora√ß√£o destas¬†tecnologias nas explora√ß√Ķes agr√≠colas.

Inicia-se, obviamente, um novo ciclo para a AJAP, certamente desafiante, cujo horizonte temporal, coincide com a implementação do Plano Estratégico da PAC.

Sem romper com o passado, espero corresponder às expectativas dos Jovens Agricultores que em mim depositaram confiança para enfrentar os desafios que se colocam a um Setor que se pretende Mais Inovador, Mais Competitivo e Mais Rejuvenescido. 

A estrat√©gia de afirma√ß√£o delineada reflete o associativismo empresarial jovem¬†como uma das vias fundamentais para incrementar a inova√ß√£o, pensar a¬†sustentabilidade, contribuir para a mitiga√ß√£o das altera√ß√Ķes clim√°ticas,¬†combater o abandono e a desertifica√ß√£o dos territ√≥rios rurais (pela via da¬†instala√ß√£o de Jovens Agricultores e Jovens Empres√°rios Rurais), incorporar¬†inova√ß√£o e novas tecnologias, fomentar o empreendedorismo jovem e refor√ßar¬†a coopera√ß√£o (nacional e internacional).

Para tal, conto com a essência da Associação, ou seja, os Jovens Agricultores Portugueses.

Henrique Silvestre Ferreira