Europa

Na linha de continuidade do trabalho desenvolvido nos Ćŗltimos anos e ao abrigo de programas comunitĆ”rios, a AJAP promoveĀ aƧƵes de formaĆ§Ć£o e informaĆ§Ć£o de interesse europeu, bem como intercĆ¢mbios de Jovens Agricultores Portugueses.

Com estas iniciativas, pretende-se contribuir para a permuta de conhecimentos e prĆ”ticas agrĆ­colas em vigor noutros paĆ­ses da UniĆ£o Europeia, certamente com impacto ao nĆ­vel da sustentabilidade das exploraƧƵes geridas pelos Jovens Agricultores.

A AJAP promove visitas de Jovens Agricultores a Bruxelas; reuniƵes com peritos nas principais produƧƵes portuguesas, bem como anƔlise e debate com alguns dos responsƔveis por temas de interesse atual para os Jovens Agricultores Portugueses.

Fomenta encontros comunitĆ”rios com instituiƧƵes como o Parlamento Europeu, o ComitĆ© das RegiƵesĀ e o ComitĆ© EconĆ³mico e Social;Ā promovendo o acesso a informaĆ§Ć£o sobre estudos realizados no Ć¢mbito do setor agrĆ­cola e do mundo rural e, em especial, sobre o futuro dos Jovens Agricultores.

Retrato do Jovem Agricultor Europeu

EvoluĆ§Ć£o do nĆŗmero de agricultores por faixa etĆ”ria nos 27 Estados-Membros da UE

Fonte: Eurostat, Farm Structure Survey7 (InquƩrito sobre a estrutura das exploraƧƵes agrƭcolas).

EvoluĆ§Ć£o da repartiĆ§Ć£o dos agricultores por faixa etĆ”ria nos 27 Estados-Membros da UE

Fonte: Eurostat, Farm Structure Survey (InquƩrito sobre a estrutura das exploraƧƵes agrƭcolas).

Saiba mais: https://op.europa.eu/webpub/eca/special-reports/young-farmers-10-2017/pt/

NĆ£o esquecendo os outros organismos sediados em Bruxelas como o CEJA (Conselho Europeu de Jovens Agricultores), bem como o COPA-COGECA e a REPER (RepresentaĆ§Ć£o Permanente de Portugal, junto da UniĆ£o Europeia).

DelegaĆ§Ć£o de Bruxelas

A DelegaĆ§Ć£o Permanente de RepresentaĆ§Ć£o em Bruxelas tem como objetivos:

  • Possibilitar um melhor acompanhamento e sensibilizaĆ§Ć£o das posiƧƵes dos Jovens Agricultores Portugueses sobre a PolĆ­tica AgrĆ­cola Comum (PAC);
  • Dar a conhecer as polĆ­ticas comunitĆ”rias relacionadas com a realidade agrĆ­cola em particular e com o Mundo Rural em geral.

Nota histĆ³rica: A criaĆ§Ć£o da DelegaĆ§Ć£o Permanente de RepresentaĆ§Ć£o em Bruxelas, em 1996, permite uma intervenĆ§Ć£o mais prĆ³xima e mais forte junto das entidades europeias. Importa realƧar o trabalho desenvolvido ao longo destes anos na promoĆ§Ć£o e defesa do setor agrĆ­cola, assim como a intervenĆ§Ć£o em outros pontos de interesse na atividade comunitĆ”ria.

A DelegaĆ§Ć£o Permanente de RepresentaĆ§Ć£o em Bruxelas constitui uma importante alavanca para a intervenĆ§Ć£o da AJAP na esfera europeia.

Desde 1996, a DelegaĆ§Ć£o de Bruxelas tornou-se um elemento essencial para o debate, para a cooperaĆ§Ć£o e para a intervenĆ§Ć£o da AJAP junto da UniĆ£o Europeia, promovendo e partilhando ideias inovadoras para a promoĆ§Ć£o da agricultura, em particular dos Jovens Agricultores.

Ao longo dos anos, a DelegaĆ§Ć£o tem vindo a manter a mesma proatividade, reforƧando junto das entidades europeias o seu posicionamento em prol de um crescimento sustentĆ”vel da Agricultura na Europa e em Portugal.

Destacam-se algumas funƧƵes atribuĆ­das Ć  DelegaĆ§Ć£o Permanente de RepresentaĆ§Ć£o em Bruxelas:

FunƧƵes atribuĆ­das Ć  DelegaĆ§Ć£o Permanente de RepresentaĆ§Ć£o em Bruxelas
  • Acompanhamento da PolĆ­tica ComunitĆ”ria;
  • RepresentaĆ§Ć£o junto das InstĆ¢ncias ComunitĆ”rias e Entidades Europeias, de relevar o CEJA e a EUROMONTANA;
  • Recolha/tratamento de informaĆ§Ć£o comunitĆ”ria e respetiva divulgaĆ§Ć£o;
  • ElaboraĆ§Ć£o de estudos e RelatĆ³rios;
  • SensibilizaĆ§Ć£o de posiƧƵes junto das InstĆ¢ncias ComunitĆ”rias;
  • ParticipaĆ§Ć£o em reuniƵes, seminĆ”rios e aƧƵes de projeĆ§Ć£o Europeia;
  • PreparaĆ§Ć£o e participaĆ§Ć£o em projetos de Ć¢mbito europeu;
  • Acompanhamento da atividade ligada aos ComitĆ©s Consultivos e Grupos Permanentes.

CEJA - Conselho Europeu de Jovens Agricultores

Criado em 1958 por 6 organizaƧƵes nacionais, o CEJA representa atualmente 2 milhƵes de Jovens Agricultores na Europa, encontrando-se presente em 27 Estados-Membros da UE e conta com 32 Membros de OrganizaƧƵes Nacionais, incluindo um membro observador da SĆ©rvia. MantĆ©m contacto regular com organizaƧƵes, instituiƧƵes de Jovens Agricultores e associaƧƵes de toda a Europa, bem como de outros Continentes. A AJAP integra o CEJA desde a sua criaĆ§Ć£o em 1983.

ConheƧa o trabalho do CEJA

O CEJA atua como um fĆ³rum de comunicaĆ§Ć£o e de diĆ”logo entre os Jovens Agricultores e tomadores de decisĆ£o europeus. O seu objetivo primordial consiste em promover um setor agrĆ­cola moderno e inovador em toda a UE28, criando boas condiƧƵes de trabalho e de vida para os Jovens Agricultores.

Objetivos do CEJA

Na realidade, o CEJA Ć© um organismo que detĆ©m um papel ativo junto de outras instituiƧƵes e organizaƧƵes europeias, nomeadamente junto do ComitĆ© Consultivo da ComissĆ£o, Parlamento Europeu, ComitĆ© EconĆ³mico e Social, EURORURAL, etc., sendo vĆ”rios os domĆ­nios em que trabalha em estreita colaboraĆ§Ć£o com o COPA (ComitĆ© das OrganizaƧƵes Profissionais AgrĆ­colas).

Saiba mais em:Ā www.ceja.eu

EUROMONTANA

AssociaĆ§Ć£o Europeia de Ɓreas Montanhosas

EUROMONTANA Ć© uma organizaĆ§Ć£o europeia para a cooperaĆ§Ć£o das regiƵes de montanha, na qual se encontram reunidos representantes nacionais e regionais das Ć”reas de montanha: organizaƧƵes sĆ³cio profissionais (especialmente agrĆ­colas), associaƧƵes, coletividades territoriais, institutos de desenvolvimento, centros de investigaĆ§Ć£o e organizaƧƵes europeias.

Objetivos da EUROMONTANA

Ā 

O que faz a EUROMONTANA?

  • RepresentaĆ§Ć£o das comunidades de montanha atravĆ©s do contacto regular com instituiƧƵes Europeias, governos nacionais e organizaƧƵes intergovernamentais envolvidas na governanƧa ao nĆ­vel do maciƧo; atravĆ©s da elaboraĆ§Ć£o de propostas construtivas durante a revisĆ£o de polĆ­ticas europeias que tenham impacto nas Ć”reas de montanha e pela elaboraĆ§Ć£o destas propostas com todos os membros de modo a se tornarem mais representativos e fortes;
  • Promover as potencialidades das Ć”reas de montanha e o valor acrescentado para o investimento que assume diferentes naturezas:
  • Organizar eventos (conferĆŖncias, seminĆ”rios, reuniƵes, convenƧƵes, etc.) e publicaĆ§Ć£o de artigos e relatĆ³rios;
  • Promover a cooperaĆ§Ć£o entre as populaƧƵes de montanha atravĆ©s do desenvolvimento e gestĆ£o de projetos Europeus (pesquisa, cooperaĆ§Ć£o territorial, formaĆ§Ć£o/ intercĆ¢mbio, etc.);
  • Desenvolver e participar em estudos que possam enriquecer o conhecimento coletivo sobre a situaĆ§Ć£o das Ć”reas de montanha e as orientaƧƵes a seguir para o seu desenvolvimento sustentĆ”vel.

ConheƧa o trabalho da EUROMONTANA

Saiba mais em: www.euromontana.org