Do Prado ao Prato: Jovens Agricultores precisam de mais garantias

Os Membros do Parlamento Europeu votaram, dia 19¬†de outubro, para definir a sua posi√ß√£o sobre a Estrat√©gia Do Prado ao Prato¬†divulgada,¬†em maio de 2020, pela Comiss√£o Europeia. Embora os Jovens Agricultores europeus acolham com agrado os debates sobre como tornar o nosso sistema alimentar mais sustent√°vel, subsistem preocupa√ß√Ķes quanto √† falta de certeza que rodeia atualmente a Estrat√©gia. Os Jovens Agricultores reiteram o seu apelo para que os potenciais riscos e compensa√ß√Ķes sejam abordados e para que sejam colocados facilitadores √† sua disposi√ß√£o na fase de implementa√ß√£o, para uma maior sustentabilidade.

Reagindo √† vota√ß√£o do plen√°rio sobre o relat√≥rio de iniciativa da Estrat√©gia Do Prado ao Prato, a Presidente do CEJA, Diana Lenzi, do¬†qual a AJAP √© membro, enfatizou que: ‚ÄúOs Jovens Agricultores querem desempenhar o seu papel na transi√ß√£o verde, mas o debate e a vota√ß√£o desta semana no Parlamento Europeu voltaram a suscitar receios¬†de que alguns sejam deixados para tr√°s nesta transi√ß√£o.‚ÄĚ Somando-se a isso, ela sublinhou: ‚ÄúO que pedimos aos decisores pol√≠ticos √© que abordem todos os riscos e potenciais compensa√ß√Ķes emergentes da transi√ß√£o, incluindo o impacto econ√≥mico a curto prazo que os agricultores provavelmente ter√£o sobre seus ombros, a dificuldade de sustentar o apoio¬†p√ļblico¬†e¬† o investimento privado a longo prazo, a lacuna com a nossa pol√≠tica comercial, bem como a incerteza em torno do desenvolvimento e aplica√ß√£o de futuros avan√ßos tecnol√≥gicos.‚ÄĚ

Mais em https://www.ceja.eu/home