Dia Internacional da Sanidade Vegetal

A 12 de maio celebra-se o Dia da Sanidade Vegetal.

A importância da sanidade vegetal para a vida na Terra foi reconhecida pela Organização das Nações Unidas com a proclamação do ano 2020 como o Ano Internacional da Sanidade Vegetal, sob o lema ‘Proteger as Plantas, Proteger a Vida’.

Como um dos legados do Ano Internacional, foi adotada uma resolução pela Assembleia Geral da ONU que proclama o dia 12 de maio como o Dia Internacional da Sanidade Vegetal.

Em Portugal, a DGAV, enquanto Autoridade Fitossanitária Nacional, é a entidade responsável pela aplicação da regulamentação de controlo fitossanitário, definindo e coordenando várias medidas de prevenção, controlo e erradicação de pragas e doenças das plantas no nosso território.

Os cinco objetivos do Dia Internacional da Sanidade Vegetal são:

  • aumentar a conscientização sobre a importância de preservar a sanidade vegetal para cumprir a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, em particular o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 2 (Fome Zero);
  • realizar campanhas destinadas a minimizar o risco de propagação de pragas vegetais através do comércio e viagens, promovendo o cumprimento das normas internacionais de sanidade vegetal;
  • fortalecer os sistemas de monitoramento e alerta precoce para proteger as plantas e a sanidade vegetal;
  • permitir o manejo sustentável de pragas e pesticidas para proteger a sanidade vegetal, protegendo o meio ambiente;
  • promover o investimento em inovações, pesquisa, capacitação e divulgação no âmbito da sanidade vegetal.

No âmbito da comemoração do Dia Internacional da Sanidade Vegetal, esta sexta-feira, 12 de maio, a DGAV divulga informação sobre diversas pragas que podem afetar a saúde das plantas, de acordo com a informação veiculada pela International Plant Protection Convention – IPPC.