História

A AJAP foi criada em 1983 para dar resposta a duas questões fundamentais: consciencializar os empresários agrícolas para a importância do movimento associativo e representar os Jovens Agricultores Portugueses a nível nacional e internacional.

É uma organização privada sem fins lucrativos, reconhecida como pessoa colectiva de utilidade pública, com o estatuto de Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) e membro do Conselho Económico e Social (CES). A AJAP é a única organização que representa a nível nacional, europeu e internacional, os Jovens Empresários Agrícolas Portugueses, com idades compreendidas entre os 18 e 40 anos.

historia 1

Decorrente do trabalho e empenho de toda a sua equipa, a AJAP participa activamente na discussão, concertação e reflexão dos problemas dos Jovens Agricultores e dos Jovens Empresários Rurais em particular e dos agricultores em geral, conferindo um importante contributo para dinamizar o espaço rural, sendo a agricultura a sua actividade estruturante.

hitoria 2A AJAP enquanto Associação dinâmica, assente na sociedade, articula a sua actividade com um vasto conjunto de entidades estabelecendo protocolos de cooperação com instituições estatais, privadas, outras organizações e/ou empresas de todos os sectores de actividade, sendo de destacar: o Ministério da Agricultura, através do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP), da Direcção Geral da Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR), e do Instituto do Vinho e da Vinha (IVV) e a sua participação enquanto accionista no Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas – CNEMA.

A nível europeu a AJAP marca a sua presença, desde 1983, no CEJA (Conselho Europeu de Jovens Agricultores), que representa dois milhões de Jovens Agricultores de toda a Europa Comunitária.

historia 3Volvidos mais de trinta anos, a AJAP continua a prestar um vasto conjunto de serviços à agricultura nacional, a par de uma intensa actividade ao nível da cooperação, que passa pela internacionalização das empresas agrícolas e pelas relações internacionais. Todavia, a nossa atenção é dedicada essencial e prioritariamente às realidades locais e ao contacto directo com as pessoas.

O empenho da AJAP no trabalho que desenvolve diariamente é o reflexo de uma vontade intrínseca, de todos quantos colaboram connosco, para a melhoria das condições da qualidade de vida dos Jovens Agricultores, dos Jovens Empresários Rurais e de todos quantos vivem no Mundo Rural.